Relutante até o fim: Merkel finalmente admite que ataque em Berlim foi ato terrorista

A chanceler alemã, Angela Merkel, confirmou hoje (20) que o ataque contra um mercado de Natal em Berlim na noite de ontem foi um ato terrorista. Isto, é claro, depois de as autoridades alemãs e toda a imprensa mundial terem fingido que o caminhão invadiu o mercado por conta própria.

Isso, entretanto, não justifica o descaso com o qual foi tratada a situação. É um enorme desrespeito que as autoridades alemãs e a imprensa tenham tentado ocultar a verdade, mesmo que ela já fosse óbvia desde o começo. A tensão na Europa frente ao terrorismo constante é visível, mentir para as pessoas não fará com que o problema se resolva.

Boa parte dos europeus atribui esse cenário de terror às políticas socialistas adotadas por grande parte de seus governantes.

Anúncios

4 comentários sobre “Relutante até o fim: Merkel finalmente admite que ataque em Berlim foi ato terrorista

  1. Me parece que o MBL começou a falar besteira. Voces acham que o governo alemão iria ocultar um atentado terrorista? Como chegaram à conclusão que o governo alemão teria ” fingido” ? Vocês não acham que as autoridades tem que falar quando tiverem comprovações de que houve um atentado, ou deveriam se basear em palpites para tratar um assunto tão grave? Tragam informações e não palpites tendenciosos como este. Que tal comentarem a entrada de haitianos no Brasil? Pela opinião de vocês eles deveriam ser segregados, como querem que façam com os refugiados da Alemanha ?

  2. Essa é diferença entre um jornalismo baseado em fatos que se limita a reportar os fatos e o jornalismo sensacionalista que faz questão de imprimir sua opinião. O que se comunicou de forma muito eficiente e clara desde ontem à sociedade alemã, foi; Que mesmo com características de um atentado as investigações estavam sendo feitas de forma a cobrir todas hipóteses. E foi solicitado que a mídia se retivesse ao fatos e não espalhasse boatos.
    Assim se evitou por exemplo os boatos que surgiram em Monique durante o atentado há 3 meses, com isso o pânico que sempre acompanha esses boatos atrapalhando e sobre carregando mais ainda o trabalho de atendimento as vitimas e investigativo.

  3. como se consegue escrever tantas inverdades em tão poucas linhas. Nnao foi nada disso que Merkel ou qualquer outro político na Alemanha falou.
    Que absurdo esse tipo de jornalismo mentiroso.

  4. Angela Merkel não consegue mais esconder o evidente e retumbante fracasso de suas políticas “multiculturais”. Ataques como esse não poderiam ser desconsiderados como ataques terroristas premeditados na eloquente sequência de fatos que corroboram essa constatação. Ou então vamos ser ingênuos até essas desgraças se repetirem e colapsarem a vida de todos os cidadãos alemães.

Deixe uma resposta