Polícia alemã fala em “suposto atentado terrorista”, mesmo após confirmações

Conforme a Reuters, a polícia de Berlim informou, nesta terça-feira (20), que o caminhão que atropelou ontem os visitantes de uma feira natalina no centro da cidade, deixando 12 mortos, “foi conduzido deliberadamente em direção a multidão” e falou pela primeira vez de um “suposto atentado terrorista”.

No entanto, o Washington Times divulgou ainda ontem que o terrorista era muçulmano de origem paquistanesa.  Somando isso aos fatos de que o ataque aconteceu em um mercado natalino, alvo simbólico por ser relacionado a uma festa cristã, e também o modo operante ser muito similar ao do ataque em Nice, na França, no dia de comemoração da Queda da Bastilha, não resta qualquer dúvida no ar.

Além das doze pessoas mortas, outras 48 pessoas ficaram feridas na ação desta segunda-feira (19), e foram levadas para hospitais, segundo a polícia alemã.

O atentado aconteceu por volta das 20h15 (horário local, 17h15 em Brasília) na praça Breitscheidplatz, quando o veículo saiu da pista e invadiu a feira.

Anúncios

Deixe uma resposta