Mídia insiste em tirar a culpa dos bandidos: Dois criminosos são mortos durante assalto mas somem de matéria

Até onde vai o excesso de impessoalidade da mídia? Onde vai parar essa onda nociva de esquerdismo da mídia? E, mais importante, qual o impacto disso na sociedade? Está na hora de termos uma conversinha a respeito.

O recente episódio do atentado terrorista envolvendo um caminhão em Berlim deixou evidente a piada em que a mídia se tornou. “Caminhão atropela”? “Caminhão faz vítimas”? Como assim?! Será que os transformers, imortalizados no cinema, existem realmente? Será que esse de ontem se chamava muhammadtron?

Não é necessário ir tão longe. Segundo reportagem da Jovem Pan, “dois morrem em troca de tiros com pm após manter motorista de uber refém”. Dois o que? Cidadãos de bem? Dois camelos? Porque a mídia insiste em não entregar a culpa a quem lhe é de direito?

Na verdade, dois bandidos mantinham um motorista do Uber refém e, com a chegada dos policiais, os criminosos foram mortos durante a troca de tiros.

Por sorte, desta vez, a motorista do Uber, Noemi de Campos, saiu ilesa. Mas, infelizmente, não a sociedade. Como sabemos, nem todos são imunes a títulos de matérias amigáveis com bandidos. O problema é que alguns acabam realmente sendo influenciados e a consequência disso é uma sociedade esquerdopata, que entende mais o bandido que a vítima.

Precisamos atacar esse tipo de narrativa suja e evitar que o Brasil caia nessa piada e fique refém do crime organizado (seja o das ruas ou o de Brasília). A não ser, é claro, que você acredite em robôs gigantes do espaço que querem dominar o mundo…

Fonte

 

Anúncios

Um comentário sobre “Mídia insiste em tirar a culpa dos bandidos: Dois criminosos são mortos durante assalto mas somem de matéria

Deixe uma resposta