Roberto Freire quer colocar um teto para Lei Rouanet

Conforme a Veja, Roberto Freire, o novo ministro da Cultura, não vai sossegar enquanto não alterar tópicos da Lei Rouanet que considera nocivos ao erário.

Sua equipe está estudando uma forma de definir novos critérios para a concessão do incentivo fiscal por meio de uma decisão administrativa do ministro, ou seja, sem a necessidade de passar pelo Congresso.

Uma medida deve estabelecer valores máximos de repasses a cada categoria de manifestação artística (shows, festas, circo e etc…).

Entre as coisas que Freire quer evitar estão aberrações comoo episódio Cirque du Soleil, que levou R$ 9,4 milhões pela Lei Rouanet para fazer uma temporada de apresentações no Brasil por ingressos de até R$ 370.

Anúncios

5 comentários sobre “Roberto Freire quer colocar um teto para Lei Rouanet

  1. Talvez seja o caso de levar a Lei Rouanet à origem: ou seja, dinheiro público só para espetáculos populares, sem fins lucrativos.
    O governo Lula quem alterou a redação original, a qual autorizou o repasse de dinheiro público mesmo quando há bilheteria e objetivo de auferir lucros. Esta alteração possibilitou passar dinheiro para artistas ricos, milionários, bilionários.

  2. Quem receber incentivo da Lei não deve cobrar ingressos tão altos. E o investimento por parte do artista/empresa?? Só querem ganhar….chega!!!!!!!

Deixe uma resposta