Lula e Roberto Teixeira: unidos pelo crime organizado

Na denúncia do Ministério Público Federal contra Lula e sua trupe, foi apontado que Glaucos da Costamarques era constantemente usado como “laranja” por Lula e Roberto Teixeira

Glaucos foi usado na compra da cobertura de São Bernardo do Campo e na aquisição do terreno do Instituto Lula.

Emails obtidos pela força-tarefa mostram Glaucos sendo demandado por Luiz Wilson Marques Daudt, de uma empresa chamada “International Security and Telecommunications Provider”, para contratação de Márcio Thomaz Bastos e com interesse em conversar sobre “formas alternativas de contribuições financeiras expressivas ao Instituto Lula”.

glaucolaranja

Fonte: O Antagonista

Anúncios

Deixe uma resposta