Dilma mente em depoimento sobre tentativa de obstrução de Justiça. Gravações provam o que aconteceu!

A ex-presidente Dilma Rousseff prestou seu primeiro depoimento à Polícia Federal como investigada na Operação Lava-Jato. Acompanhada do advogado Alberto Zacharias, a ex-presidente chegou por volta das 15h de segunda-feira, 12, à sede da PF em Brasília e negou às autoridades qualquer tentativa de obstrução de Justiça, suspeita de que é alvo em inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal.

O inquérito diz respeito ao caso das gravações divulgadas em março, aquelas nas quais Dilma, Lula e outros membros do partido foram pegos falando algumas asneiras. Porém, o caso mais grave foi o que rolou entre Dilma e Lula, que em uma conversa telefônica deixaram claro o interesse em obstruir a Justiça. Na ocasião, Dilma ia indicar Lula para o cargo de Ministro Chefe da Casa Civil, para assim garantir a ele o foro privilegiado.

Na gravação, foi dito com todas as letras que o objetivo era proteger Lula. Deste modo, fica claro que Dilma mentiu em seu depoimento.

Anúncios

Deixe uma resposta