Ativista anti-ditadura é preso sem roupas e sem comida por comemorar morte de Fidel

O ativista cubano Danilo Maldonado Machado, famoso por desenhar grafites que criticavam a ditadura da família Castro, está preso. Numa situação degradante, ele foi levado sem roupas e sem comida, pelo governo criminoso da ilha por ter comemorado a morte do sanguinário Fidel Castro em um vídeo que divulgou na internet.

Apesar da ação nada discreta da polícia cubana, não há nenhuma acusação oficial divulgada e tampouco registro da detenção de Maldonado, motivos que levaram a Anistia Internacional a classificá-lo como “preso de consciência” (quando alguém é preso pelo estado por expressar livre pensamento).

É o legado deixado pelo assassino e ditador Fidel Castro.

Fonte

Anúncios

Um comentário sobre “Ativista anti-ditadura é preso sem roupas e sem comida por comemorar morte de Fidel

Deixe uma resposta