STF barra chicana petista. Votação da PEC segue normalmente

O ministro do STF Luis Roberto Barroso negou um pedido do PT para travar a votação do 2º turno da PECanti-pedaladas, prevista para esta terça-feira (13) no Senado.

Segundo a assessoria de imprensa do Supremo, Barroso considerou que trata-se de um assunto interno do Senado e que, neste momento, não há por que o Judiciário se envolver na discussão. Para o ministro, não há nenhuma ilegalidade na tramitação da PEC.

O projeto já foi aprovado numa primeira votação no Senado, com 61 votos a favor do texto e 14 contra. A tentativa do PT é uma violação da independência entre poderes.

Anúncios

Deixe uma resposta