Após ter sido “absolvido” pelo STF, Renan acusa judiciário de perseguição e “vingança”

Cínico, Renan Calheiros, presidente do Senado, tentou minimizar a denúncia feita pelo Ministério Público contra ele, e acusou o órgão de praticar “vingança”contra ele e o Senado.

“O Ministério Público, infelizmente, passou a fazer política. Quando você faz política, você perde a condição de ser o fiscal da lei. Essas denúncias são apressadas, feitas nas coxas, e demonstram o caráter de vingança do Ministério Público, porque o Senado recusou três nomes que hoje compõem a Força Tarefa”, afirmou.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Após ter sido “absolvido” pelo STF, Renan acusa judiciário de perseguição e “vingança”

  1. Não consigo entender porque um ladrão de galinha tem mais peso que uma pessoa que rouba um país!
    Um ladrão de galinha rouba pra matar sua fome ou da família?
    Agora uma pessa que o povo confiou rouba milhões e milhões à justiça tem todo o documento e,e deixa está criatura no poder pra que?
    ….Não tem outra palavra roubar mais e tirar chacota do poder público.
    Pergunto quanto custa uma galinha?

Deixe uma resposta