Lindberg diz que filho de cantora morto em confronto com a PM foi vítima de “violência policial”

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) usou seu Facebook para comentar a morte de Yuri Lourenço da Silva (19 anos), filho da cantora Tati Quebra Barraco. Suspeito de tráfico, ele foi morto em confronto com a polícia junto com o também traficante Jean Rodrigues de Jesus, de 22 anos.

De acordo com a Unidade de Polícia Pacificadora da comunidade Cidade de Deus, um grupo de policiais realizava um patrulhamento de rotina na região quando foram surpreendidos por criminosos armados na Rua Quintanilha. Houve confronto e dois suspeitos foram baleados. Na ocasião, a PM aprendeu armas e drogas em operação na Cidade de Deus. Os dois baleados foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ainda segundo a polícia, um dos mortos já estava sem vida quando chegou ao local.

Para Lindberg, Yuri é “mais uma vítima de violência policial”.

dilma

Anúncios

33 comentários sobre “Lindberg diz que filho de cantora morto em confronto com a PM foi vítima de “violência policial”

  1. Bem, fica fácil incriminar ou defender quando se recebe as notícias em uma sala com AR condicionado, água gelada, cafezinho, secretarias educadas, carros oficiais, motoristas particulares, um salário acima do que merece, sem CONTAR NÃO CONHECE O TERRENO E MUITO MENOS COMO FOI A OCORRÊNCIA, etc. O que deveria ser feito antes de um pronunciamento desses: SERIA Examinar minuciosamente ambas as partes, pois para isso existem a polícia civil. Até porque nenhum brasileiro que se preze, não apóia policial que mate por prazer e evitar fazer conclusões precipitadas, Salve melhor juízo.

  2. Prender traficantes É crime matar bandido é crime matar traficante É crime esse Lindbergh É um nojento envez de apoiar os policiais vai apoiar traficante se fosse Pessoa de bem não tava ali aquelas hora da madrugada vai criar vergonha na cara senadozinho meia boca

  3. Existe informações de que houve troca de tiros com a polícia,, se houve mesmo, então teve o que mereceu. Menosbum vagabundo na rua para oprimir o cidadão de bem do país .

  4. Quem aguenta os Petralhas? É de encher o saco. Eles querem ver o Brasil despencar, não querem o bem do país. LulaDrão é Dilmanta acabaram com o país e ainda querem dar uma de salvadores da pátria.Ah! me poupem!!!??😎😎😎😂😂😂👿LulaDrão 👹Dilmanta

  5. Ele não mentiu! A polícia brasileira é a que mais mata e a que mais morre no planeta, esse dado é de fácil acesso. Só não vê quem não quer, e esse papo de que bandido bom é bandido morto, o dia que um policial quiser matar um bandido, errar o tiro e acertar o seu filho, vá reclamar com Deus.

  6. Ele tá querendo ganhar votos a moda agora é essa defender bandidos prá ganhar votos,ate preso o bandidos votar isso é uma vergonha precisamos de políticos sérios e não corruptos

  7. Só não traficar , não roubar e não matar , aí não morre na mão da polícia , vítima da polícia, vítima é o cidadão que sofre com a arma na cabeça, não traficante que morre na mão da polícia !

  8. Meus pesares a Tati,mas se não fosse ela seria outra mãe,por causa ou motivo do filho da Tati,afinal,diz a Bíblia,o sujo seje-se mais e o limpo limpe-se mais,é uma guerra a bandidagem armada a polícia armada,e nós,bem nós rezamos.

  9. Esse senadorzinho é um bosta,só fala merda,foi um péssimo prefeito em Nova Iguaçu,assim como é um péssimo senador.
    Esse cara é uma vergonha para o nosso país.Sou solidário a mãe que perdeu seu filho,desejo que ela supere essa dor,porem,se o rapaz foi vítima de alguma violência,ele foi vítima da violência de pessoas corruptas como esse merda,assim como Lula ladrão,Dilma ladra,que esse bosta tanto defende.Nao vejo a hora de o Brasil ficar livre desses vermes.
    É preciso reconhecer que a polícia tem feito um serviço heróico,dadas as circunstâncias e condições de trabalho que a eles são impostas.

  10. Francamente Senador, diante de tantas trapalhas da classe política, o Senhor perdeu uma grande oportunidade ou de ficar calado ou de defender quem realmente mantém o Estado democrático de direito nesse país.

  11. Nenhuma mãe merece ter filho corrupto e indiciado em vários inquéritos.
    Nos tb não merecemos políticos que envergonham a nação .
    * Houve confronto e dois suspeitos foram baleados. Na ocasião, a PM aprendeu armas e drogas em operação na Cidade de Deus. Os dois baleados foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

  12. O jovem vagabundo tinha tudo para mudar de vida e não quis, preferiu trabalhar para o caneta e se escondeu nas drogas então, não me venha dizer que era mais uma vítima da sociedade..
    Eu como faço parte da sociedade não autorizei ele para vender drogas e compartilhar para fuder os filhos da sociedade.

  13. CARO COMUNISTA SENADORZINHO DE BOSTA, COMO DE FATO VOCÊ TEM RAZÃO, TIRARAM O YURIZINHO DE DENTRO DA IGREJA, REZANDO, COITADINHO DO SANTINHO, E O MATARAM. SE NÃO FOSSE ESTAS LEIS FEITAS POR VOCÊS, PETRALHAS ELE, O YURIZINHO, SERIA ERA FUZILADO. CALA A BOCA, SENADORZINHO DE MERDA. VOCÊ NÃO SABE NADA.

  14. Se o cara era traficante, e morreu em confronto foi uma morte trágica desde quando o cara impunha uma arma ele assume o risco de morte,e esse vagabundos da UNE querem quem pra defender a sociedade de criminosos, o Chapolim Colorado!

  15. Pelo que entendi que o deputado falou, foi mais ou menos assim: policiais estavam de bobeira, pensado na vida, quando decidiram — “bora procurar algum filho de cantor(a) para matar e o pessoal da esquerda pedir nossa cabeça numa badeja de prata?” – “deve ser divertido”. Ai a guarnição toda: “- demorou! Bora lá”. Será que foi isso mesmo, ou foi algum auto de resistência, baseado no histórico do “anjinho” filho da barraqueira? Dúvida cruel…

Deixe uma resposta