Delação aponta que ex-assessor de Dilma recebeu R$ 350 mil de Odebrecht

Ex-assessor especial da ex-presidente de extrema-esquerda Dilma Roussef, Anderson Braga Dorneles, recebeu R$ 350 mil da Odebrecht, como “apoio financeiro”, segundo aponta delação de Cláudio Melo Filho, ex-diretor de relações institucionais da empresa. Os repasses foram parcelados em 7 vezes de R$ 50 mil, e aconteceram entre outubro de 2013 e julho de 2014.

Melo Filho relata que conheceu Dorneles, conhecido como “Las Vegas” nas planilhas da Odebrecht, em meados de 2012, durante um encontro com a presença de Marcelo Odebrecht, então presidente da empresa.

“Segundo me foi dito por Marcelo Odebrecht, ele mantinha contato com o sr. Anderson, pois este trabalhava com a sra. Presidente Dilma Rousseff e era responsável pela agenda de trabalho da mesma. Posteriormente à reunião, Marcelo me comunicou que recebeu um pedido de apoio financeiro a Anderson, autorizando que se realizassem pagamentos de R$ 50 mil em seu benefício”, afirma o delator.

Fonte

Anúncios

Um comentário sobre “Delação aponta que ex-assessor de Dilma recebeu R$ 350 mil de Odebrecht

Deixe uma resposta