Vazamentos indicam que próximo alvo da Lava-Jato pode ser Geraldo Alckmin

O acordo de delação premiada da Odebrecht ainda não foi totalmente concluído, mas os vazamentos já estão em toda parte, e eles indicam que um dos próximos alvos poderá ser o governador Geraldo Alckmin.

“A Odebrecht afirmou, no acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato, que realizou pagamento de caixa dois, em dinheiro vivo, para campanhas do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB)”, informa a Folha de São Paulo.

A suspeita é que teriam sido repassados R$ 2 milhões para Adhemar Ribeiro, irmão da primeira-dama, Lu Alckmin, em 2010.  Em 2014, quem teria recebido os recursos é o hoje secretário de Planejamento do governo paulista, Marcos Monteiro.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Vazamentos indicam que próximo alvo da Lava-Jato pode ser Geraldo Alckmin

  1. É isso Juiz Sergio Moro, vamos prender todos os culpados, o Brasil quer ver todos enjaulados como animais para aprenderem a lidarem com o patrimônio alheio.

Deixe uma resposta