Renan acelera tramitação da PEC antipedalada

Com a liminar do ministro do STF Marco Aurélio, que pedia o afastamento de Renan da presidência do Senado, existia um certo temor de que o petista Jorge Vianna assumisse o posto e atrapalhasse as pautas de interesse da população em nome do partido. Isso acabou não acontecendo, e o STF decidiu não afastar Renan.

O presidente do Senado voltou a comandar as sessões e deu ritmo célere à PEC antipedalada, chegando a determinar a abertura de três sessões em menos de seis horas e adiantar a sessão de votação do projeto, a fim de evitar que a discussão entrasse pela madrugada. A votação final do texto em segundo turno está marcada para a próxima terça-feira, dia 13.

“Estamos somando esforços no sentido de que possamos recuperar o tempo perdido nessas últimas horas. Concluímos a realização da terceira e última sessão de discussão da PEC e a sessão para sua apreciação, desde logo, já está convocada para terça-feira, às 10 horas da manhã”, justificou Renan.

Anúncios

Deixe uma resposta