Chanceler bolivariana surta no Twitter após saber que Argentina assumirá presidência do Mercosul no lugar da Venezuela

“Ministra do Poder Popular para as Relações Exteriores da Venezuela”, a chanceler Delcy Rodríguez protagonizou mais um episódio vergonhoso. A ministra usou o Twitter para demonstrar sua insatisfação com o anúncio de que a Argentina deverá assumir a presidência rotativa do Mercosul após a suspensão da Venezuela.

Delcy Rodríguez escreveu duas mensagens raivosas endereçadas a chanceler argentina Susana Malcorra. Como não haverá uma cúpula de presidentes para referendar a transmissão, Delcy afirmou que a decisão reflete o “cinismo infinito”.

ocupacao-unb-contra-pec-241-fotos-lulamarquesagenciapt-2

Não é o primeiro surto de Delcy. Ela já afirmou que o presidente Mauricio Macri era “apoiador da ditadura argentina”, sendo que o atual presidente era um adolescente de 14 anos quando o general Jorge Rafael Videla liderou o golpe de Estado em 1973. Recentemente, Delcy passou a enfrentar o processo de suspensão de seu país do Mercosul como “golpe da Argentina” para obter a presidência rotativa do bloco de maneira “ilegítima”.

Mais cedo, a chanceler Susana Malcorra afirmou ao lado de José Serra que a Argentina assumirá a presidência do bloco porque a Venezuela não cumpriu a cláusula democrática. Segundo ela, “quem quiser fazer parte do clube deve cumprir todas as regras”.

Anúncios

Deixe uma resposta