PEC anti-pedaladas, o terror dos petistas, não vai atrasar, garante Temer

De acordo com Michel Temer, o segundo turno da PEC anti-pedaladas será votado na próxima terça-feira (13/12), como planejado no cronograma do Senado, apesar da polêmica envolvendo Renan Calheiros e o STF ontem (07/12).

“Seguramente”, respondeu ele fazendo um sinal de positivo, ao ser questionado se a data para a votação da PEC 55 estaria mantida. A confirmação foi feita momentos após o presidente participar, no Palácio do Planalto, de uma cerimônia de promoção de militares.

Cogitou-se a possibilidade de atraso da votação após a sessão deliberativa do plenário do Senado da última terça (06/12) ter sido cancelada em função das discussões sobre o afastamento de Renan da presidência do Senado. Ainda é possível acontecer atraso caso esse cancelamento atrapalhe a contagem de prazo para a votação da PEC. Outra possibilidade seria uma eventual manobra do PT e outros partidos de extrema-esquerda, que tanto temem a PEC anti-pedaladas.

Fonte

Anúncios

Deixe uma resposta