Câmara de Vereadores aprova primeiro orçamento de João Dória para o ano que vem

A Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou, na terça-feira, o projeto de lei que projeta receita de R$ 54,5 bilhões para 2017.

Com o aval de 30 vereadores, o texto já prevê algumas modificações na versão elaborada pela gestão atual, a pedido da equipe do prefeito eleito, João Doria (PSDB). Entre elas está a transferência de R$ 146 milhões do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Trânsito para a Secretaria de Governo, a fim de custear campanhas publicitárias.

No geral, as mudanças envolvem cerca de R$ 480 milhões, valor que representa menos de 1% da previsão total de arrecadação da Prefeitura no ano que vem: R$ 54,5 bilhões. O tucano também costurou com aliados um aumento de R$ 177 milhões no orçamento das atuais subprefeituras, que passarão a ser chamadas de Prefeituras Regionais e terão o comando do deputado federal Bruno Covas (PSDB), eleito vice na chapa com Doria. Na proposta atual, elaborada pelo prefeito Fernando Haddad (PT), as 32 regionais receberam R$ 1,2 bilhão.

Anúncios

Deixe uma resposta