Marco Aurélio Mello defende afastamento de Renan e compara a situação do senador com a de Cunha

No início da sessão que julga o afastamento de Renan Calheiros, Marco Aurélio Mello, ministro que exigiu por meio de liminar o afastamento imediado do senador, comparou sua situação com a de Eduardo Cunha, que também recebeu um pedido de afastamento da presidência da Câmara emitido pelo ministro Teori Zavascki.

Aurélio insiste na defesa de que Renan tem que cair. O STF irá julgar a decisão.

Anúncios

Deixe uma resposta