Após ser flagrado, deputado devolve à Câmara R$ 727

O deputado federal Celso Maldaner, do PMDB, foi flagrado por um aplicativo que monitora gastos públicos, e teve que devolver à Câmara R$ 727 usados de forma irregular. O valor é referente a 13 refeições feitas pelo deputado no mesmo dia que foram pagas com dinheiro da Câmara.

O aplicativo, batizado de “Serenata de Amor” em referência a um escândalo ocorrido na Suécia nos anos 90, conhecido como “Caso Toblerone”, cruza informações de bancos de dados públicos, como o da Câmara e o da Receita Federal, e detecta irregularidades na forma que os parlamentares usam o dinheiro público.

O aplicativo já flagrou vários parlamentares, mas o caso de Celso Maldaner foi o primeiro em que teve a devolução do dinheiro.

Anúncios

4 comentários sobre “Após ser flagrado, deputado devolve à Câmara R$ 727

  1. Tem que mandar todos pra rua, demissão em massa e justa causa.
    Muita sujeira nesse STF, na verdade em Brasília tá tudo confuso e sem controle, esse vagabundo Renan não pode ser o presidente do STF e muito menos esse lixo e vagabundo Jorge Viana.

  2. Que lindo seria se tivesse a noticia completa:

    “Procurada, a chefia de gabinete do parlamentar disse reconhecer que houve um erro ao pagar o almoço de um grupo de idosos que foi visitar a Câmara à época.”

    “Entre os cerca de mil casos flagrantes descobertos, há o de um deputado que pediu reembolso de uma cerveja comprada em um restaurante badalado de Las Vegas, nos Estados Unidos – mesmo que seja proibido usar dinheiro público para comprar bebida alcoólica. Também há o de outro parlamentar, que gastou R$ 144 com vinhos em um hotel de Brasília” …

    E por ai vai…

    Mas pelo que me parece por enquanto somente um Devolveu a grana!

    Vale a reflexão!

Deixe uma resposta