“Lei Salva Lula” pode ser retirada da pauta após protestos

Após os protestos deste domingo, senadores querem retirar da pauta o projeto de “abuso de autoritades” promovido por Renan Calheiros, e se distanciar das prioridades do presidente do Senado.

”A população está com os nervos à flor da pele”, disse o senador Ronaldo Caiado, do DEM, que esteve ao lado dos manifestantes neste domingo, na Avenida Paulista. “Não vejo a menor condição de votarmos esse projeto na terça-feira. Apresentarei um requerimento de retirada de pauta. Esse tema será discutido depois, em momento que seja mais oportuno.”

No entando o relator da proposta, o senador Roberto Requião do PMDB, defendeu a manutenção do texto na pauta de votações do Senado e comparou a Lava-Jato a um “movimento autoritário”.

Anúncios

3 comentários sobre ““Lei Salva Lula” pode ser retirada da pauta após protestos

  1. O pt é uma quadrilha e seus atos são autoritários, e o requeijão vem defender bandidos e uma lei para beneficia-los, estou sentido pelo povo do Paraná, dois senadores deles são loucos, o povo paranaense tem que se ligar nas próximas eleições.

Deixe uma resposta