Câmara deve votar nesta semana projeto de petista que torna o UBER ilegal em todo o país

A Câmara dos Deputados deve votar um projeto de lei que proíbe o Uber em todo o Brasil. O PL 5587/2016 que “institui a ilegalidade” do aplicativo é de autoria do deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP).

A proposta de Zarattini confedere exclusividade aos taxistas para a prestação de serviços de transporte individual de passageiros em todo o país. Zarattini não quer apenas a proibição do UBER: o PL 5587/2016 também torna ilegais qualquer tipo de serviços prestados por motoristas privados por meio de aplicativos.

Até o momento foram apresentados dois requerimentos para que o projeto seja votado em caráter de urgência. Os autores dos pedidos são os deputados João Daniel (PT-SE) e Luis Carlos Heinze (PP-RS). Em caso de aprovação de um dos pedidos, o projeto entra em votação na próxima quarta-feira (07 de Dezembro).

Anúncios

6 comentários sobre “Câmara deve votar nesta semana projeto de petista que torna o UBER ilegal em todo o país

  1. País do retrocesso, com um bando dejumento no comando tinha que da nisso, há muito interesse por trás ppde ter certeza, tendo em vista que não da pra emitir notas falsas no aplicativo, e que as regalhias vão se acaba.

  2. O país passando por uma crise por causa desses políticos corruptos, com tantos país de família desempregado por causa desse PT , aí suje uma oportunidade de trabalho eles querem tirar tem muita gente vivendo desse serviço da Uber levando comida pra suas famílias e pagando aluguel com dinheiro da Uber esses políticos não ajudam ninguém só querem enxer os bouços com dinheiro público e esquece que quem pois eles lá fomos nós, pra eles melhorarem o país é não piorar.

  3. Deve ser assim mesmo, está correto, tudo neste país tem que seguir as leis e uma empresa Americana que massacra todos inclusive os prestadores de serviço para ela, em uma época que se pede transparência e respeito as leis vamos deixar eles mandarem no nosso país, imaginemos se uma empresa Brasileira atuasse desta forma na terra deles, eu acho que até invadiriam o Brasil com o exercício deles

Deixe uma resposta