Empresários “amigos” bancaram 72% das melhorias do apartamento de Lulinha

Filho do ex-presidente Lula, o empresário Fábio Luis Lula da Silva é um homem de sorte. Segundo laudo da Polícia Federal, empresários amigos bancaram 72% das melhorias do apartamento de Lulinha em Moema.

Os benfeitores de Lulinha são os empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, (os supostos donos do sítio em Atibaia) por cuja posse Lula é investigado na Lava Jato, Lilian Arbex Bittar (mulher de Bittar), e seu irmão, Kalil Bittar. O montante soma quase R$ 1,1 milhão.

Apenas a reforma do imóvel custou R$ 772.762 mil, dos quais R$ 139.049 foram pagos por Lulinha e Renata de Abreu. Do valor de R$ 725.811 mil pago pelos móveis do apartamento, o filho e a nora de Lula pagaram apenas R$ 317.569 reais. A diferença foi paga por Jonas Suassuna e Lilian Arbex Bittar.

Anúncios

2 comentários sobre “Empresários “amigos” bancaram 72% das melhorias do apartamento de Lulinha

  1. Essa família é um fenômeno. Tem amigos no céu e no inferno. Mas, vamos rezar para que optem em morar definitivamente no inferno. Kkkk
    Que o Moro os ilumine e o Diabo os carregue.

Deixe uma resposta