Mais detalhes sobre o policial esfaqueado pelas milícias na tarde de terror de hoje

O Correio Braziliense traz mais detalhes sobre o caso do cabo da Polícia Militar que foi encaminhado ao Hospital de Base após ser esfaqueado por milicianos pró-PT durante vandalismo na Esplanada dos Ministérios, próximo ao Museu da República.

A PM diz que o caso não corre risco de morte, tendo sido ferido perto do ombro.

Durante o dia, ao menos três carros estacionados próximo à Catedral Metropolitana de Brasília foram incendiados pelos terroristas. Há registros de veículos depredados também próximo ao Congresso Nacional e aos ministérios.

Os milicianos atacam a PEC 55, pois é parte do projeto totalitário bolivariano estourar as contas públicas. Também atacam a reforma do ensino médio, pois querem manter alunos sob abuso escolar e sem possibilidade de escolherem suas matérias.

Anúncios

Deixe uma resposta