Criminosa, Jandira Feghali acusa “MBL e fãs de Bolsonaro” por atos de vandalismo em protesto da extrema-esquerda

 

A deputada federal Jandira Feghali voltou a protagonizar um episódio degradante na Câmara dos Deputados. A comunista usou o microfone para caluniar o Movimento Brasil Livre e os simpatizantes do também deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Para Jandira, são estes os responsáveis pelos atos criminosos praticados pelos extremistas de esquerda que protestam contra o governo Michel Temer e a PEC 241/55. Para a comunista, tudo não passa de ação de “provocadores do outro lado” (a direita).

“Vários destes provocadores tem Bolsonaro escrito, tem movimento de impeachment, tem MBL, então nós temos que olhar quem é que tá agredindo a imprensa (sic), quem é que está virando carro”.

No entanto, é sabido que quem pratica estes atos de violência em quase todos os protestos é justamente os militantes da extrema-esquerda. Ao acusar o outro lado, a deputada tentou retirar a responsabilidade pelos crimes praticados durante o protesto que foi convocado e organizado por UNE, UBES, UJS, CMI, CUT, MTST e MST.
Veja o vídeo.

Advertisements
Anúncios

5 comentários sobre “Criminosa, Jandira Feghali acusa “MBL e fãs de Bolsonaro” por atos de vandalismo em protesto da extrema-esquerda

  1. Não passa de inveja dela do MBL e do Vem Pra Rua, na manifestações destes o povo participa. Enquanto que nas manifestações dos Esquerdopatas, participa somente as militancias deles como a UNE, MST, CUT, etc..
    Outra, os Esquerdopatas não nanifestam e sim depredam os patrimônios públicos, são do mal, sao vândalos, queimam pneus, viram carros, quebram agências bancárias, paralisam o trânsito, como são vagabundos eles preferem manifestarem durante os horários comerciais.
    Depois a população dão os trocos nas urnas. Vermelhos aqui no Brasil nunca mais. Vocês são uma praga, xô comunistas, vão pra Cuba.

Deixe uma resposta