Raul Castro manda aumentar policiamento para proibir manifestações em Havana

O ditador cubano Raul Castro, em virtude da morte do também ditador Fidel Castro, seu irmão, ordenou que viaturas de polícia fiquem alertas e rodando as ruas de Havana. O objetivo é coagir qualquer tipo de manifestação em comemoração a morte do genocida.

Segundo a revista Veja, jovens que estavam nas praças foram mandados para a casa sem qualquer explicação. “Vocês não podem ficar aí”, falaram os policiais. É bem provável que Castro estipule até mesmo um ‘toque de recolher’ pelos próximos dias.

Anúncios

2 comentários sobre “Raul Castro manda aumentar policiamento para proibir manifestações em Havana

  1. Ainda ficou este bosta…infelizmente…tomara que o irmão o chame gritando de dores no inferno…o povo ainda vai ter que aguentar isto…e nós aqui esperamos que o Fdel peça asilo lá nos quinto dos inferno e chame o Lula e a Dilma;;loguinho…

Deixe uma resposta