pauderney

Pauderney Avelino lacra: “não há romantismo em ditaduras”

Enquanto Aécio Neves parece ter tido um surto de loucura, decidindo elogiar Fidel Castro em seu Facebook – e destruindo de vez sua carreira política – o deputado Pauderney Avelino (DEM) mostrou sensibilidade em relação às famílias de mais de 100.000 pessoas assassinadas pelo ditador cubano.

Ele escreveu, em seu Twitter que “não há romantismo em ditaduras, seja de esquerda ou de direita!”.

Complementou: “Fidel foi um ditador frio e sanguinário! O resto é pobreza e miséria em Cuba!”.

Veja:

uploads%2f1480189435569-pauderney

5 comentários sobre “Pauderney Avelino lacra: “não há romantismo em ditaduras”

  1. Fidel Castro, um dos monstros como Mussoline , Hittler e outros .
    Bem não fez nenhum para o povo sofrido e miserável de Cuba.
    Mas se tornou um dos mais milionários do mundo .
    Ditadura de direita ou esquerda é um mal que deve ser morto é sepultado .

    Curtir

  2. Menos um louco no mundo, com direito de realizar suas loucuras e ainda assim ser idólatrado.

    Cada povo tem o político que merece ou ditador. Esse foi tarde. Que Deus me perdoe.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s