fidel-cas

O descaso da mídia brasileira diante do sofrimento de décadas do povo cubano

por Baltazar Soares

A imprensa brasileira está menosprezando o sofrimento de milhões de cubanos no dia de hoje. Após a morte de Fidel, o ditador mais genocida da América Latina, pessoas que se dizem jornalistas se recusam a tratá-lo como ditador, chamando-o de “líder” ou de “lenda do século XX”.

Atitude lamentável, mas não exatamente surpreendente. As redações de jornais brasileiros estão infestadas de zumbis treinados para fazer publicidade e propaganda, não jornalismo. Investigar fatos, expor a verdade e tratar as coisas como elas são já é algo que passa longe da maior parte da imprensa nacional.

A revista Istoé, por exemplo, publicou uma matéria na qual tratou Fidel Castro como presidente, o que de fato ele nunca foi. Presidentes são eleitos, e Cuba não tem eleições há muito tempo. Fidel foi um tirano, alguém que por meio da violência derrubou um governo que era muito ruim para colocar um ainda pior em seu lugar.

Enquanto milhões de cubanos vivem há décadas na miséria, a família Castro vive no luxo. Fidel era chegado a usar roupas da Adidas, charutos de primeira qualidade, uísques de primeira linha, tudo isso dentro de um palácio. Do lado de fora dos muros da ostentação, cidadãos passaram fome, morreram de doenças banais e fizeram filas para comprar comida de má qualidade e em pequena quantidade.

Claro que nenhum intelectualzinho brasileiro ou jornalista de extrema-esquerda dirá isso. A maioria nunca entrou na verdadeira ilha de Cuba. Quem vai visitar o local tem o privilégio de conhecer a parte rica da ilha, aquela que é acessível somente aos turistas e às prostitutas de 14 anos que saciam o desejo de velhos comunistas tarados.

4 comentários sobre “O descaso da mídia brasileira diante do sofrimento de décadas do povo cubano

  1. É um absurdo, uma vergonha política, o comportamento da mídia nacional. Fidel, está sendo criticado e rejeitado, até por seus filhos-as. Sua filha, o chama de assassino comum e de destruidor de famílias e de sonhos do povo cubano. Mas, para uma parte de nossa imprensa, ele era um deus, um mito, um presidente boníssimo!. Se pudessem o colocaria no céu, ao lado de Deus.

    Curtir

  2. O Fidel Castro foi o maior “PÉ FRIO” de quem ajudou Cuba, pois a União Soviética acabou por decreto, a Venezuela está quebrada. A Argentina também e mudou o governo, os comuno-petistas quebraram o Brasil sendo expulsos do governo, a China perdeu seu embalo de crescimento, Barak Obama, fez as pazes com Cuba, perdeu a eleição e o Trump foi eleito, etc. etc.

    Curtir

  3. Fico pensando,agora com 65 anos é que realmente estou me informando a respeito deste tirano que viveu muito bem até ontem, será que finalmente agora meus netos terão acesso a história
    (digo a verdadeira verídica) ou vai continuar sendo contada a história do líder,presidente,guerreiro,ou sei lá mais oq? Temos que gritar por mudanças na educação tdstem direito a verdade.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s