Brasília, 29/04/2009 - Foto: Adriano Machado
Dilma Rousseff - Ministra-Chefe da Casa Civil fala com o Senador Gim Argelo durante caminhada matinal próximo a sua residência na Península dos Ministros no Lago Sul em Brasília.

Supremo nega habeas corpus para Gim Argello, o “namorado” de Dilma

O pedido de habeas corpus do ex-senador Gim Argello, amigo íntimo de Dilma Rouseff que se apresentava como seu namorado para transitar livremente entre os círculos do poder de Brasília, foi negado pelo ministro do STF, Teori Zavascki, que manteve decretada sua prisão preventiva.

Argello foi acusado de cobrar propina de empreiteiros para livrá-los de convocação à CPI da Petrobras, no entanto, sua defesa pediu habeas corpus sob a alegação deque a prisão do ex-senador teria sido decretada com base em “meras suposições” e que Argello não tinha relação com o esquema criminoso investigado pela Lava Jato. O papo não colou, e o “namorado” de Dilma continua no xilindró.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s