Operador de Cabral pretendia fugir para o Uruguai, segundo a PF

O atual presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez, deu a entender que aceitaria fugitivos da justiça ligados ao PT no país vizinho. Por conta disso, o operador de Sérgio Cabral, o “homem da mala”, pretendia ir para lá.

Em um dos grampos da Polícia Federal, Carlos Miranda disse:

“É, canja de galinha e parrilla uruguaia não mata ninguém não, hein”.

Anúncios

Um comentário sobre “Operador de Cabral pretendia fugir para o Uruguai, segundo a PF

Deixe uma resposta