Decretado estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul: Mais um trabalho petista

De acordo com material publicado ontem no portal de notícias G1, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, decretou calamidade financeira na administração pública estadual, conforme publicado nesta terça-feira (22) no Diário Oficial do estado. Na segunda (21), foi anunciado o pacote de medidas para conter a crise.

Segundo o decreto, secretários e dirigentes de órgãos e entidades da administração pública estadual, sob coordenação da Secretaria da Casa Civil, podem adotar medidas “excepcionais necessárias à racionalização de todos os serviços públicos”, com exceção dos serviços considerados essenciais.

Não fica claro quais seriam essas medidas e nem de como elas seriam aplicadas mas o fato é que, para entendermos a origem deste caos administrativos, teríamos que avaliar a gestão anterior do petralha Tarso Genro, responsável pelo governo até 2015 e que, como todo militante de extrema-esquerda, não vê uma gestão responsável como prioridade.

Fonte

Anúncios

Um comentário sobre “Decretado estado de calamidade pública no Rio Grande do Sul: Mais um trabalho petista

  1. Quem paga vocês para escreverem essas notícias imparciais sem nenhum senso mínimo de (bom) jornalismo ??? O MBL, O PSDB ou alguma viúva da ditadura ???

Deixe uma resposta