lula-sergio-cabral

Revista Exame adota a narrativa de que “outros estão na mira” para esconder prisão iminente de Lula

Conforme dizemos anteriormente, os petistas adotariam narrativas de que “haveria um próximo político a ser preso”. Como Lula estaria ainda mais enrolado após a prisão dos ex-governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e Anthony Garotinho.

Cabral era ligadíssimo a Lula, assim como era Garotinho. Especialmente em relação a Cabral, o medo é de que surja uma delação que acabe de vez com Lula. No interesse de alimentar uma narrativa de “esperança de Lula fugir da prisão” e arrebanhar a militância, os petista estariam dizendo que “os próximos presos” serão outras pessoas, mas não Lula.

Por exemplo, a revista Exame ainda na tarde desta quinta (17), disse que a prisão de Cabral e Garotinho ameaçam não Lula, mas os ex-governadores Moreira Franco (PMDB-RJ) e Rosinha Garotinho (PR-RJ).

Sobre Moreira, a Revista Exame disse que ele estaria sob risco por causa de um suposto uso indevido de dinheiro público na compra de passagens aéreas, por uma delação de um executivo da Odebrecht – que afirmou que teria afirmado em depoimento que Moreira Franco lhe pediu, em 2014, uma contribuição financeira de R$ 3 milhões – e pelo erro em um sistema de informática da Caixa que pode ter resultado em um prejuízo de R$ 1 bilhão ao banco público. A falha é vinculada à vice-presidência de Loterias e Fundos de Governo, à época ocupada por Moreira Franco.

A assessoria de Moreira Franco afirmou que não foi recebida pela Justiça a denúncia sobre uso indevido da cota de passagens aéreas no exercício do mandato: “Moreira Franco, que é acusado indevidamente de ter adquirido cinco bilhetes aéreos, no valor total de R$ 1.481 no ano de 2007, sequer chegou a usar a cota aérea por completo, tendo sobrado recursos para este fim no orçamento de seu gabinete parlamentar”.

A assessoria destacou que o projeto do Aeroporto de Caieiras, em São Paulo, foi inviabilizado pelo decreto 7.871 assinado pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em dezembro de 2012. “Moreira Franco tornou-se ministro da Aviação Civil em março de 2013. Logo, não há sentido em acusá-lo de ter atuado para derrubar o projeto, muito menos em ter recebido ‘contribuição financeira’ para fazer isso”.

Em nota, a equipe de comunicação de Moreira também afirmou que “a própria Caixa Econômica Federal nega que haja o alegado prejuízo de R$ 1 bilhão. O erro no sistema de informática foi usado por uma corretora para negociar títulos com o mercado. O caso foi denunciado pela Caixa à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal”.

Todavia, não há qualquer relação entre essas denúncias e o caso de Sérgio Cabral. Especialmente absurdo é um caso envolvendo R$ 1.481,00 em bilhetes aéreos na comparação com os mais de 200 milhões investigados no caso de Cabral.

A revista também mencionou que a ex-governadora do Rio  Rosinha Garotinho (PR-RJ), atual prefeita de Campos dos Goytacazes e mulher de Anthony Garotinho, também estaria na mira de investigação judicial eleitoral para apurar uma suspeita de abuso de poder político e econômico em sua gestão.

Segundo o Ministério Público Estadual, a prefeita e outros gestores são investigados por um suposto esquema para obtenção de votos em favor de candidatos por eles apoiados.

A citação de Rosinha Garotinho parece mais factível, mas, mesmo assim, não há indício algum de que ela seria a “próxima política presa”.

A Revista Exame não apresentou argumentos para indicar que os dois políticos citados serão “os próximos presos”. Ao mesmo tempo, a matéria dá coerência à tese de que a mídia mais ligada ao PT irá tentar esconder o fato de que o político graúdo mais próximo de ser preso é Lula.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s