gilberto_carvalho

Suspeito de envolvimento no caso Celso Daniel, Carvalho não quer PF investigando obras da Odebrecht no Palácio da Alvorada

O ex-ministro de Lula que chefiou a Secretaria Geral da Presidência durante o governo petista, Gilberto Carvalho, criticou a Polícia Federal pelas investigações da reforma que a Odebrecht realizou na piscina do Palácio da Alvorada em 2008. Para ele, investigar uma suspeita de crime é “irresponsabilidade”.

Os investigadores levantaram suspeitas após análises de e-mails trocados em 2008 pelo então presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, com outros executivos envolvidos no Petrolão.

Carvalho é um dos principais suspeitos de envolvimento na morte de Celso Daniel, o ex-prefeito de Santo André (SP) que era amigo próximo de Lula e de toda a alta cúpula do partido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s