alx_dilma-pedalando-03282016-01_original

A “difícil” vida de Rousseff

por Baltazar Soares

Enquanto o processo de impeachment se arrastava lentamente pelo Congresso, e especialmente após ter sido afastada do cargo de presidente da República em 12 de maio, Dilma Rousseff viveu como uma rainha, e não por acaso ficou quase quatro meses ‘hospedada’ em um Palácio, o da Alvorada.

Rodeada de empregados e com tudo ao seu alcance, a dona ainda teve a coragem de posar de “exilada”, dizendo que era absurdo o governo cortar o seu “direito” a usar jatinhos particulares e aviões da FAB para fazer campanha política país afora. A mesma chegou até a arrecadar dinheiro com doações, com as vaquinhas, porque chegou a dizer que estava sem ter o que comer.

Vai ver os mais de R$ 3 mil por dia em comida que ela gastou só no primeiro mês de seu “exílio” não eram o suficiente para alimentá-la!

Dilma também tratava mal os empregados, aliás. E isso era uma realidade antes mesmo do impeachment, o que provavelmente veio a piorar depois de seu afastamento. Parece até um daqueles exageros de filmes hollywoodianos, em que há sempre uma madame folgada dando ordens e gritando com seus funcionários.

Quando o processo de seu impeachment finalmente se finalizou, em 31 de agosto, ela foi salva pelos seus comparsas no Senado e teve até a ajuda de Lewandowski para manter seus direitos políticos. Rasgaram a Constituição Federal ao meio para proteger a “integridade” de uma pessoa que não é íntegra. Pode-se dizer até que se o impeachment tivesse ocorrido no comecinho do ano, Dilma poderia no dia seguinte se “alistar” para concorrer ainda nestas eleições, e poderia agora estar eleita como vereadora ou prefeita em alguma cidadezinha.

Na semana passada, ela solicitou seu direito ao “cartão combustível”, um benefício concedido para os ex-presidentes que não tiveram seus direitos políticos cassados, como manda a lei em casos como o de Dilma. Claro, a mulher não pode ficar pedalando para sempre.

É razoável dizer que Dilma tem mesmo uma vida “muito difícil”. Deve ser difícil lidar com tantas mordomias.

A consciência pesa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s