donald-trump-vs-hillary-clinton-xl

Até o NYT reconheceu não ter sido imparcial na cobertura das eleições americanas. E a Folha, quando fará seu mea culpa?

por Baltazar Soares

Após a vitória de Donald Trump nos EUA, grande parte dos grupos de comunicação que dominam a grande mídia, nacional e internacional, ficaram com a cara no chão. Também, não era para menos. A cobertura que estes grupos fizeram sobre as eleições americanas foi muito mais uma torcida para Hillary Clinton do que jornalismo propriamente dito.

O grande New York Times, que também fazia parte desse grupo de “jornalismo” esquematizado com o partido Democrata, fez um ‘mea culpa’, admitindo que a partir de agora vai procurar fazer jornalismo de verdade e passar para o público as informações de modo mais imparcial e acurado.

Nos EUA até os mentirosos da imprensa são parcialmente honestos. Aqui no Brasil, entretanto, grandes jornais ficam fingindo imparcialidade enquanto claramente estão de um lado. Quando é que a Folha terá a nobreza de reconhecer sua falta de isenção e de ética e passará a fazer o bom jornalismo? Será que isso um dia acontecerá?

3 comentários sobre “Até o NYT reconheceu não ter sido imparcial na cobertura das eleições americanas. E a Folha, quando fará seu mea culpa?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s