Magno Malta esmaga Lewandowski e sugere redução de salários de políticos e juízes para complementar ajuste

O senador Magno Malta subiu na tribuna do Senado para tratar do tema do ajuste fiscal, e aproveitou a ocasião para sugerir um “teto” para os grandes salários. Para o senador, os altos salários do Judiciário e da classe política não são condizentes com a situação econômica do país. Ele sugeriu um teto de R$ 15 mil mensais, algo que reduziria os salários de ministros e parlamentares em quase 50%.

O senador também denunciou a pressão feita pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, que tem feito intenso lobby para o aumento do salário de juízes. Em palestra recente em encontro de juízes estaduais, Lewandowski chegou a falar que “não era feio juiz pedir aumento, ainda mais se considerado a qualidade dos serviços prestados”.

Magno Malta não perdoou. Disse que o ministro está “forçando a barra por um aumento injusto”, quando todos sabem que “ninguém vai morrer de fome se conviver com um salário de R$ 15 mil por mês”.

Veja o vídeo.

Anúncios

2 comentários sobre “Magno Malta esmaga Lewandowski e sugere redução de salários de políticos e juízes para complementar ajuste

  1. Aí sim. Sempre achei que a classe política tinha que participarem destes ajustes. Porque só o povão paga a conta? Está na hora de mudar isso. Senador Magno Malta, compartilho inteiramente da sua opinião. Parabéns pela coragem de falar isso.

Deixe uma resposta