Cerveró diz que nomeação para Diretoria da Petrobras foi presente de Lula por ter obter perdão de dívida do PT

Ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró afirmou em audiência na Justiça Federal que a indicação para a Diretoria Financeira da BR Distribuidora foi um agradecimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por sua atuação pelo perdão de uma dívida de R$ 12 milhões do PT junto ao Banco Schahin.

“Não foi um reconhecimento oficial, mas foi um motivo de reconhecimento que levou o presidente Lula a me indicar para a BR Distribuidora. Isso me foi dito pelo pessoal da Schahin”, disse Cerveró.

Questionado se houve uma combinação prévia, ele informou que ouviu as notícias por fontes ligadas ao partido. “A informação que me foi dada é que isso seria um reconhecimento do trabalho que eu havia feito na liquidação da dívida do PT em 2006. Eu tinha conseguido através da contratação da Schahin Óleo e Gás, operadora de uma das sondas que nós contratamos.”

O banco Schahin foi o mesmo que fez o empréstimo utilizado pelo PT para pagar o chantagista Ronan Maria Pinto, aquele que ameaçava implicar Lula no assassinato de Celso Daniel.

A defesa de Lula nega o favorecimento.

Anúncios

Um comentário sobre “Cerveró diz que nomeação para Diretoria da Petrobras foi presente de Lula por ter obter perdão de dívida do PT

Deixe uma resposta