Presidente da Câmara, vereador petista propõe aumento aos políticos em São Paulo e revolta população

Abaixo comunicamos um abaixo-assinado contra uma medida abusiva proposta pelo atual Presidente da Câmara de São Paulo, Antônio Donato (PT), que está na foto estampando este post.

Leia mais:

QUEREM AUMENTAR O SALÁRIO DOS POLÍTICOS EM SÃO PAULO!

Essa semana o atual Presidente da Câmara de São Paulo, Antônio Donato (PT) disse que a Câmara iria rever os salários do Prefeito, Vice-Prefeito e dos Vereadores. O reajuste é de 26,4% e fará o prefeito eleito ganhar R$ 30,4 mil e os 55 parlamentares, R$ 18,9 mil por mês. O gasto estimado é de quase 3 milhões a mais por ano!

E o problema não para por aí! O teto do funcionalismo público é definido com base no salário do Prefeito, logo, aumentaríamos o já altíssimo teto do funcionalismo público, totalizando um gasto ABSURDO para os cofres municipais. Os políticos parecem não entender que vivemos uma GRAVE CRISE econômica. É válido lembrar que, como Vereador eleito, reduzirei em 20% o meu salário.

Como forma de nos mobilizarmos, criei este abaixo-assinado que pretendo entregar a Mesa Diretora da Câmara. Além disso, estarei atento para nos manifestarmos quando a Mesa resolver votar este reajuste absurdo. Todos os Vereadores, atuais ou novos, que estiverem dispostos a encampar essa luta serão bem-vindos!

ASSINE E IMPEÇA QUE OS VEREADORES AUMENTEM O PRÓPRIO SALÁRIO

Um vídeo com Fernando Holiday, vereador eleito pelo DEM, mostra a indignação do povo com a medida:

Anúncios

3 comentários sobre “Presidente da Câmara, vereador petista propõe aumento aos políticos em São Paulo e revolta população

  1. Parece-me que estamos diante de um novo Plano Real de Itamar Franco e do Lesa Pátria FHC do PSDB, foi um escândalo, para os trabalhadores mais humildes, para os banqueiro foi um grande ganho, haja visto os juros exorbitantes que os bancos cobram, após o plano real fictício de FHC do PSDB/e seu escroto. o PMDB. Falam aí os três patetas, bois piranhas, do PSDB e da Globo. da política brasileira, Sarnei, Itamar e Michel Temer todos do PMDB.

Deixe uma resposta