prova-enem-2017

AGU deve cobrar dos invasores R$ 8,5 mi de prejuízo com o adiamento do ENEM para quase 200 mil alunos

Segundo a própria Advocacia Geral da União, os prejuízos referentes ao adiamento e ao remanejamento de salas para o ENEM, que podem chegar a mais de R$ 8,5 milhões, serão cobrados dos responsáveis pelas invasões judicialmente.

De acordo com o Ministério da Educação, cada prova aplicada do exame gera um custo de aproximadamente R$ 90,00.

6 comentários sobre “AGU deve cobrar dos invasores R$ 8,5 mi de prejuízo com o adiamento do ENEM para quase 200 mil alunos

  1. Se quisermos que nosso direito seja respeitado devemos respeitar o dos outros. O que vejo são pessoas que se esquecem que poderão estar do outro lado no futuro e se deixam levar como massa de manobra. UNE, CUT, MTST e outros, estão desesperados porque a mamata está acabando. E escola foi feita para que os alunos interessados frequentem para aprender não para invasores. Só acho que o Ministério da Educação já devia ter tomado uma providência mais drástica contra aqueles que dizem protestar por uma “causa nobre”. Como diz o ditado tem pessoas que só aprendem quando mexem nos seus bolsos ou quando levam “chute no traseiro”, ou seja, perdem a “boquinha”. AGU cobre dos responsáveis os prejuízos: dos organizadores, dos que é dizem alunos, dos seus pais. Quero ver se essas invasões acabam ou não!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s