Toffoli pede vista e beneficia Renan, mas maioria contra o ministro já está formada

O ministro Dias Toffoli pediu vistas do processo que decidirá se um réu pode fazer parte da linha de sucessão presidencial. A interrupção beneficia Renan Calheiros: o presidente do Senado é réu em oito processos, e será excluído da sucessão da República em caso de decisão favorável à ADPF.

 

Quando Toffoli pediu vistas, o julgamento se desenrolava com rapidez. Apesar de aliviar a humilhação de Renan por alguns dias, a maioria dos ministros já se manifestou de maneira favorável ao impedimento.  Já votaram a favor de vetar réus na linha sucessória: Marco Aurélio Mello, Edison Fachin, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello.

Anúncios

7 comentários sobre “Toffoli pede vista e beneficia Renan, mas maioria contra o ministro já está formada

  1. Se a maioria dos ministros do supremo votar a favor desse bandido travestido de presidente do congresso, com toda segurança, toda a sociedade brasileira, terá a certeza que o supremo não está ao lado do povo e logo não merece o titulo de guardião da constituição.

  2. Renan Calheiros é um rato de esgoto com desprezo total da população brasileira.Ter que ser casado. Imediatamente do cargo de presidente do congresso Nacional.

  3. Renan Calheiros não se reelege. Muito mais que corrupto é corruptor. O brasileiro não merece pagar e nem pode pagar por ele. Reação gente. Coragem gente, covardes não somos.

Deixe uma resposta