Prejudicados no ENEM podem processar organizadores de invasões escolares

Estudantes que eventualmente tenham sido prejudicados pelas invasões nas escolas, por conta do ENEM e do adiamento ou cancelamento das provas, podem mover ação contra os movimentos e partidos ligados a estas invasões.

No Espírito Santo, o governo alertou que os prejuízos em virtude das invasões e do consequente remanejamento de salas para o ENEM serão cobrados dos baderneiros, especialmente das entidades que estão orquestrando toda essa movimentação.

Os estudantes podem mover ação individual ou coletiva, e podem conseguir indenização de entidades como UNE, UBES e ANPG.

Anúncios

2 comentários sobre “Prejudicados no ENEM podem processar organizadores de invasões escolares

  1. A melhor solução para esta mulecada baderneira é chicote no lombo deles e depois nos pais este pais não pode ficar refém de bando de desordeiro que usam as instalações publicas para seus fins de usam maconha e outras coisa mais, e os pais tem ser cobrados a parcelas deles com relação aos seus filhos afinal quem opta por ter filhos tem que dar educação caso contrário pede para ser castrado.

Deixe uma resposta