Gregório Duvivier apoiou os dois candidatos mais humilhados das eleições

A campanha de 2016 será marcada não só pela derrota da extrema esquerda, mas também pela humilhação sofrida por algumas personalidades que adotavam a falsa narrativa do golpe. Dentre eles, Gregório Duvivier.

freixo.jpg

Após acusar a maioria da população de ser golpista e afirmar que “quem derrubou a presidente Dilma seria punido nas urnas”, Duvivier viu seus dois principais candidatos derrotados. Ele apoiou Fernando Haddad em São Paulo, fez gravação para a campanha e viu seu candidato humilhado nas urnas ao ser derrotado em todas as seções eleitorais no primeiro turno – principalmente entre os mais pobres. No Rio, o candidato Marcelo Freixo foi um pouco melhor, mas só venceu entre os eleitores mais ricos e residentes na zona sul.

Mais fracassado que Gregório Duvivier foi o cantor Chico Buarque: além de apoiar Fernando Haddad e Marcelo Freixo, ele fez campanha para o candidato João Paulo (PT) em Recife. O petista perdeu para Geraldo Julio (PSB) por 61,30% a 38,70%.

Anúncios

5 comentários sobre “Gregório Duvivier apoiou os dois candidatos mais humilhados das eleições

  1. O apoio dos artistas não surtem mais efeitos, só a indignação com seus comentários, e o desprezo dos que os admiram, principalmente em relação a conduta dos que erraram e que foram condenados pela justiça.

  2. OS INTELIGENTINHOS DO PT, DA SOCIEDADE CIVIL — estudantes, sensacionalistas das mídias televisivas e YouTube, Gregório Duvivier, professoores universitários, cineastas, cantorzinhos tipo Chico BUARQUE etc.

    Faça o favor! Faça o seguinte:

    Chegue num jantar de inteligentinhos e, por exemplo, defenda o impeachment. Haha. Você vai VER o que vai acontecer com você, né? Vão olhar TORTO pra você achando que, de repente, você é dono de um banco, alguém assim! E não alguém que trabalha duro para sobreviver e, por isso, SEMPRE desconfia de quem não faz… Né?

Deixe uma resposta