Milícias invasoras arregam e decidem antecipar desocupação do Colégio Estadual do Paraná

Conforme a Gazeta do Povo, os milicianos que invadiram o Colégio Estadual do Paraná (CEP) decidiram em assembleia na madrugada deste sábado (29) que vão desocupar o prédio, que foi ocupado no dia 7 de outubro. O grupo emitiu uma narrativa dizendo que a medida foi tomada por considerar que o acordo firmado entre o MP-PR, outros órgãos e o Procurador-Geral do Estado nesta sexta-feira (28) não teria respeitado a horizontalidade do movimento. A desocupação deverá ocorrer até as 16h30 deste sábado.

No acordo, o governo do estado e o MP pediram à Justiça para adiar a reintegração de posse do CEP por dez dias, desde que as outras 24 escolas com pedidos de reintegração expedidos fossem desocupadas. Representantes da Comissão de Direitos Humanos, da Criança e do Adolescente e de Prerrogativas Profissionais da Advocacia da OAB-PR acompanharam a decisão do grupo, que foi anunciada em frente ao colégio. Segundo os milicianos, “a proposta apresentada pelo Ministério Público e Defensoria Pública não respeita a horizontalidade do movimento das ocupações”.

Anúncios

5 comentários sobre “Milícias invasoras arregam e decidem antecipar desocupação do Colégio Estadual do Paraná

Deixe uma resposta