Carlos Andreazza: O “não” a Freixo é o voto que elegerá Marcelo Crivella

Em comentário feito no Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan, o jornalista e editor Carlos Andreazza explicou as razões da já clara vitória de Marcelo Crivella.

Para Andreazza, os perigos de se ter um nome ligado à Igreja Universal são mínimos diante do perigo de se ter um prefeito como Marcelo Freixo, por quem o carioca teria “repulsa ideológica”. A rejeição ao candidato chega a 57%.

Ainda de acordo com Andreazza, isso mostra o motivo de Crivella ter feito questão de ir ao segundo turno com Freixo. Figura radical, destemperada e representante do que há de pior em termos de radicalismo e cinismo, Freixo é o adversário ideal.

O “não” a Freixo é o voto que elegerá Marcelo Crivella

Veja o comentário na integra.

 

Anúncios

Deixe uma resposta