bocalivre-jpg

Bolsa empresário: mega-empresas foram à forra com grana pública na era PT

Segundo o G1, grandes empresas estão sendo investigadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal sob suspeita de realizar festas e eventos fechados com recursos públicos da famigerada Lei Rouanet. Um total de 29 empresas foi alvo de mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira (27/10), na segunda fase da Operação Boca Livre (nome bastante sugestivo, diga-se de passagem).

Pelo menos R$ 25 milhões de recursos do Ministério da Cultura foram desviados pela produtora Bellini Cultural, que obtinha os projetos e o aporte financeiro junto ao governo e às empresas beneficiárias do incentivo fiscal, mas desviava a aplicação dos recursos. Roberto César Viegas, da Procuradoria da República de São Paulo, traz um dado assustador: nos últimos 10 anos, o governo fez a renúncia fiscal de R$ 6,5 bilhões em projetos para a área cultural, e de 34 mil projetos analisados no período pela Controladoria-Geral da União, cerca de 87 % deles apresentaram irregularidades.

É mais uma prova de que os “amigos do rei”, já ricos e  poderosos, se beneficiaram da sujeira reinante no período PT, e de que o que muitos inocentemente acreditam que foi criado para o bem de todos ou da “cultura” vinha caindo no colo de falsários, manipulado pela corrupção e ajudando a sustentar um projeto totalitário de poder.

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s