foto_e-mail_1

Em nota oficial, PF chama grupo que atuava na Polícia do Senado de “Organização Criminosa”

A Polícia Federal emitiu uma nota a respeito da Operação Métis, deflagrada hoje, na qual alguns membros da Polícia Legislativa do Senado foram presos ou levados a depor devido a um esquema de contrainteligência são chamados de “organização criminosa”, e isso logo no topo da nota.

Abaixo, segue na íntegra a nota emitida pela PF, que foi divulgada no portal Sul Connection. Confira:

PF desarticula associação criminosa armada que embaraçava investigações

A Polícia Federal, com apoio do Ministério Público Federal, deflagrou na manhã de hoje (21/10) a Operação Métis para desarticular associação criminosa armada responsável por embaraçar a Operação Lava Jato, entre outras investigações.

Estão sendo cumpridos nove mandados judiciais, todos em Brasília/DF, sendo quatro de prisão temporária e cinco de busca e apreensão, um deles nas dependências da Polícia do Senado. Os mandados foram expedidos pela 10º Vara Federal do Distrito Federal.

Foram obtidas provas de que o grupo, liderado pelo Diretor da Polícia do Senado, tinha a finalidade de criar embaraços às ações investigativas da Polícia Federal em face de Senadores e ex-Senadores, utilizando-se de equipamentos de inteligência.

Em um dos eventos, o Diretor da Polícia do Senado ordenou a prática de atos de intimidação à Polícia Federal, no cumprimento de mandado expedido pelo Supremo Tribunal Federal em apartamento funcional de Senador.

Os investigados responderão por associação criminosa armada, corrupção privilegiada e embaraço à investigação de infração penal que envolva organização criminosa. Somadas, as penas podem chegar a 14 anos e 6 meses de prisão, além de multa.

A Justiça Federal determinou a suspensão do exercício da função pública dos policiais do Senado envolvidos.

O nome da operação faz referência à Deusa da proteção, com a capacidade de antever acontecimentos.

3 comentários sobre “Em nota oficial, PF chama grupo que atuava na Polícia do Senado de “Organização Criminosa”

  1. Essa polícia do Senado deveria ser extinta, pois é controlada pelos vagabundo, ladrões e salafrarios senadores!
    Quem deve fazer segurança do Senado é a polícia federal, que estando lá dentro terá muito mais facilidades para poder prender vagabundos como Renan Calheiros, narizinho, Humberto Costa, lindberg Faria e toda a quadrilha de marginais, que estão soltos por conta da interferencia criminosa desses falsos policiais existentes dentro do Senado! 14,6 anos de prisão para estes lixos é muito pouco! Creio que a pena de morte cairia muito bem neste caso!!!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s