Rodrigo Jungmann, doutor em Filosofia, é hostilizado por militantes de extrema-esquerda

De acordo com informação do site Sul Connection, o doutor em Filosofia Rodrigo Jungmann foi hostilizado por militantes de extrema-esquerda, fascistas, após ter tentado participar de um debate sobre o projeto Escola Sem Partido.

“Chamando-o de “fascista”, os militantes da extrema-esquerda nem mesmo deixaram o palestrante convidado pela FAFICA de Caruaru expôr suas opiniões sobre o projeto. Em sua covardia, acreditam que somente suas idéias devem ser ouvidas. A cantilena é sempre a mesma e vem se repetindo em praticamente todos os debates Brasil afora sobre o projeto. A intolerância e total falta de disposição ao diálogo da extrema-esquerda raivosa é latente”, informa Guilherme Schneider, correspondente do Sul Connection em Londres.

Nunca a intolerância foi tão grande quanto agora.

Anúncios

3 comentários sobre “Rodrigo Jungmann, doutor em Filosofia, é hostilizado por militantes de extrema-esquerda

Deixe uma resposta