Cunha adota narrativa petista e diz que Moro não tem competência para prendê-lo

Eles estão começando a ficar bizarros em suas narrativas previsíveis. Em uma nota, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi preso nesta tarde após determinação do juiz Sérgio Moro, diz que a decisão é “absurda” e “sem nenhuma motivação”.

Leia a íntegra da nota:

“Tendo em vista o mandado de prisão preventiva decretado hoje pela 13ª Vara Federal do Paraná, tenho a declarar o que se segue:

Trata-se de uma decisão absurda, sem nenhuma motivação e utilizando-se dos argumentos de uma ação cautelar extinta pelo Supremo Tribunal Federal.

A referida ação cautelar do Supremo, que pedia minha prisão preventiva, foi extinta e o juiz, nos fundamentos da decretação de prisão, utiliza os fundamentos dessa ação cautelar, bem como de fatos atinentes a outros inquéritos que não estão sob sua jurisdição, não sendo ele juiz competente para deliberar.

Meus advogados tomarão as medidas cabíveis para enfrentar essa absurda decisão.”

Ou seja, é a mesma farofa de sempre. Igualzinho aos discursos de Lula quanto a Moro.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Cunha adota narrativa petista e diz que Moro não tem competência para prendê-lo

  1. Esses políticos são engraçados. Arrombaram os cofres públicos e ainda acham absurdos ser preso….pqp. Se é lula tudo dele era emprestado. Caralhooo. Esses merdas vão cair na real quando. Que vem jader Barbalho. Sarney. Temer. Renan Calheiros cadê o nosso supremo comecem tudo de novo vamos fechar o cerco desses abutres políticos nogentos. Ambiciosos arrancaram. Tudo do pais.moro. Toma tudo de volta ………,.

Deixe uma resposta