Freixo resolve contrariar seu próprio programa e promete ‘redução de secretarias’. Desespero?

Pela primeira vez desde o começo da campanha eleitoral, o candidato do PSOL para a prefeitura do Rio, Marcelo Freixo, falou em corte de secretarias. Em seu programa de governo é dito o contrário, aliás. Freixo promete criar mais secretarias, motivo pelo qual muitos o criticam, chamando-o de irresponsável.

De fato, não é comum entre as pautas do PSOL a responsabilidade fiscal. Normalmente o partido defende o inchaço da máquina pública, aumentos de ministérios e secretarias, aumentos de carga tributária e até mesmo se posicionaram várias vezes contra a LRF. Freixo não é diferente, e agora foi contra o seu próprio programa de governo dizendo que irá reduzir o número de secretarias municipais de 26 para 16.

Curiosamente, o PSOL atacou João Dória em São Paulo quando este, após sua eleição em primeiro turno, afirmou  que cortaria algumas secretarias. Não é estranha essa mudança de postura repentina? Seria desespero?

Anúncios

3 comentários sobre “Freixo resolve contrariar seu próprio programa e promete ‘redução de secretarias’. Desespero?

  1. Freixo e um ser humano que não sabe o que fala mais o maior juiz e povo que julgará nas urnas eletrônicas mais abra os olhos com palavras doces e um coração amargo lembre estamos falando do freixo que faz reunião somente com burguesia não com os mais desfavorecidos

Deixe uma resposta