em3

Sem filtro, IBGE divulga dados de desemprego: 22,7 milhões de desempregados

Aquilo que todos já sabiam – ou ao menos suspeitavam – ficou explícito nas recentes revelações do IBGE, conforme apontado em matéria do Reaçonaria: os indicadores de desemprego utilizados desde 2002 são enganosos.

Ocorre que FHC alterou – em março de 2002 – a forma de cálculo de desemprego do IBGE. Supostamente seria uma medida política para atrair investimentos ao Brasil. Ao assumir em 2003 com as novas taxas – reduzindo artificialmente pela metade o número de desempregados – criou-se uma farsa: o mito do crescimento do emprego durante os governos Lula. Mas o que aconteceu foi apenas uma redução artificial do número de desempregados por razão de maquiagem.

Na Europa, por exemplo, o cálculo é completamente diferente. Com diz o Reaçonaria: “Falar que no Brasil a taxa de desemprego é de 5% e que na União Europeia a taxa é de 5% (não são os dados corretos) equivale a equiparar uma medida de 5 centímetros com 5 metros.”

Aplicando a fórmula correta, o resultado já era assustador em 2013, mostrando que 20 milhões de pessoas estavam desempregadas:

Critérios da U.E. aplicados ao Brasil vs critérios do IBGE

Agora, com a fórmula correta – principalmente porque o PT saiu do governo e não consegue mais forçar a maquiagem -, os novos dados do IBGE confirmam: “os 11,3 milhões de desempregados na verdade são 22,7 milhões”.

 

5 comentários sobre “Sem filtro, IBGE divulga dados de desemprego: 22,7 milhões de desempregados

  1. No cenário político em que vivemos onde políticos trocam acusações s o menor pudor não dá pra acreditar que era conveniente somente ao PT maquinaria a situação acima citada por tanto tempo que bom que veio a tona mais porque só agora ?será que acabou a convivência ?ou ninguém tinha percebido antes ?e triste saber que os que nos representam não compartilham dos mesmos serviços saúde pública educação pública empregos habitação e etc …

    Curtir

  2. que novidade… só mesmo um governo corrupto pra maquiar o desemprego maquiando os dados e colocando quem está a procura de emprego, vendendo água nos semáforos, recebendo seguro desemprego ou bolsa família como pessoas que estão empregadas! e olhe lá se realmente é isso… eu arredondaria pra uns 30 milhões pelo menos!

    Curtir

  3. A população brasileira precisa buscar as informações nas fontes corretas e não em publicações que deturpam a realidade.
    Se você quer realmente saber a resposta correta de uma publicação do IBGE busque na página do Órgão na internet, lá você faz a leitura e tire as SUAS conclusões, não vá pela leitura de outros.
    Sempre busque a informação na fonte original, deixe de ser iludido.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s