ariane-650x431-650x431

Médica que se recusou a atender petista foi absolvida em RS

Em decisão tomada no dia 23 de setembro, mas que só veio a público essa semana, o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul absolveu a médica pediatra Dolores Bressan. Em março deste ano, a médica teria se recusado a atender o filho de uma paciente petista, alegando que a mãe do garoto a importunava com assuntos políticos.

“Bom dia Ariane. Estou neste instante declinando em caratér irrevogável, da condição de Pediatra de Francisco. Tu e teu esposo fazem parte do Partido dos Trabalhadores (ele do Psol) e depois de todos os acontecimentos (…) estou sem a mínima condição de ser Pediatra do teu filho. Poderia inventar desculpas, te atender de mau humor, mas prefiro a HONESTIDADE que sempre pautou minha vida particular e pessoal”, dizia a mensagem que a médica enviou para a mãe do paciente Francisco.

Ariane Leitão, suplente de vereadora pelo PT de Porto Alegre, entrou com representação contra a médica, alegando que o direito de seu filho havia sido lesado. No mês passado, o CREMERS decidiu pela absolvição da médica. Ariane pretende recorrer.

18 comentários sobre “Médica que se recusou a atender petista foi absolvida em RS

  1. Ela fez um juramento de atender qualquer ser humano, sendo ele bandido ou de seu agrado ou não. Tenho nojo de esquerdistas também, mas não concorda com a atitude da médica.

    Curtir

  2. Não ficou claro o motivo do não atendimento. Se a mãe do guri é ativista de um partido que não cai ao gosta da médica, não é motivo para recusar atendimento. Não acredito que a profissional de saúde seja idiota. Portanto, a reportagem está incompreensível.
    Obs. Sou anti petista de carteirinha e tudo.

    Curtir

    1. Eu entendi ,que a Mãe importunava a médica com suas idéias políticas. . Gente, esse tipo de fanatismo que eu não entendo. Eu conheço esse comportamento ,e muitas vezes chega a ser constrangedor ..

      Curtir

    2. Eu já havia lido sobre esse assunto antes, no momento da recusa em continuar atendendo a criança, a alegação era que a médica era constantemente importunada pelos pais esquerdistas, pai PSOL e mãe PT, a médica está certa e se apoiou nos direitos que possui.

      Curtir

  3. Nao ficou bem claro na matéria, essa negação de atendimento!! se foi em uma emergencia, concordo com os pais do paciente, porem se foi declinio da continuidade de ser a pediatra do filho….acho que é um direito da medica, ja que os pais tbem tem o direito de escolher o pediatra que quiser a qualquer momento.

    Curtir

  4. Imagina-se que a profissional se recusou a atender a senhora e seu filho porque DEVE ter havido algum mal estar, durante o atendimento, relacionado à militância da mãe da criança. Mas esta reportagem está incompleta. Faltam informações que poderiam levar à compreensão do por quê do não atendimento!!!

    Curtir

  5. Boa tarde! Ficou claro que o atendimento era eletivo, não havia urgência/emergência, se o fosse aí sim a médica estaria errada e ferido o código de ética médica. O código de ética médica é muito claro e simples: não havendo uma urgência médica, não havendo risco de morte, pode o médico se recusar a atender sim. NINGUÉM É OBRIGADO A TRABALHAR EM LOCAL OU COM PESSOAS QUE NÃO LHE FAZEM BEM. A médica ainda se deu ao trabalho de enviar uma carta falando a verdade, e mais, orientou e indicou bons Pediatras. Eu não faria nem isso. Parabéns!

    Curtir

  6. Nenhum médico é obrigado a atender, exceto se for em caso de urgência e se não houver outra opção de atendimento.
    É extremamente maléfico para um paciente, ser atendido por um médico aborrecido e insatisfeito. Neste caso, o mais honesto da parte do profissional é “abrir o jogo” e ser franco. Parece – me que isso foi feito.

    Curtir

  7. O juramento de hipócrates proferido na formatura dos médicos é muito claro qt a isso. O profissional nao deixará de “defender a vida por motivos pessoais”.
    O médico está defendendo a vida e nao a posicao partidária do atendido.
    A atitude da médica foi rasteira nao se coadunando com os ideais da Medicina.

    Curtir

  8. Meu ponto de vista e que pela lei um profissional somente e obrigado a atender alguém em caso de urgência ou quando não há profissional da mesma área em uma cidade. Quantos pediatras estão na rede pública de saúde em Porto Alegre? O suposto direito desta mãe fere o direito do médico . O problema é que pessoas assim tem um grau de sociopatia sem controle e que vai encher o saco somente para não se dar por vencida……..

    Curtir

  9. Aliás, as pessoas somente são obrigadas a trabalhar para alguém por contrato de trabalho ou por lei (exceto em ditaduras) … ela é autônoma e livre pra atender em seu consultório quem ela quiser…acontece que comunista não simpatiza com a liberdade de escolha das pessoas…acha que o mundo gira em torno deles … correta e legal a absolvição

    Curtir

  10. Pelo que entendi a criança sofria do mal de “mortadelas avantes” de doutrinação séria e específica por marxismo cultural familiar, sendo assim a médica não sendo psiquiátrica tem o direito de parar de atender em seu consultório particular.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  11. A criança não corria riscos de vida, era atendimento de rotina e ainda a médica indicou outros profissionais para continuar ao atendimento rotineiro da criança… Absolutamente normal. Não vejo problema e inclusive qualquer pessoa pode ter recusas de atendimento por médicos e dentistas (não sendo urgências evidentes e existindo outras opções de profissionais), advogados, engenheiros…etc..

    Curtir

  12. A dotora sem dotorado deve ter fico ofendida por que o PT falou a verdade nua e crua q médicos brasileiros são mercenarios, elitisitas, carniçeiros e deveriam ser obrigados em trabalhar 5 anos de graça para os pobres e depois desse periodo trabalhar pagando 70% de imposto de renda pro SUS no mesmo modelo que já existe em Cuba e que funciona muito bem. Mais a mafia nao deixaram o PT nem colocar 2 anos de servico gratuito. Médicos controlam o mercado como uma mafia proibindo nós doulas de farem partos humanizados pq eles querem faturar com cesareas. Mais bem capaz que eu ia aceitar nao dessa dotora, se me atendesse ruim por eu ser petista ou me negar injustamente um atestado eu já risco o carro e meto desaforo até lacrar. Tem varios links q explicam pq ela fez isso, aki um deles:

    http://www.pragmatismopolitico.com.br/2012/06/mafia-dos-anestesiologistas-frustrados-carniceiros-ou-anestesiados-de-consciencia.html

    Curtir

  13. Isso era óbvio que iria acontecer, pois eles estão bravos com a atitude da Dilma trazer os médicos de CUBA, é só colocar a cachola para funcionar, e infelizmente o conselho é igual à outros orgãos que não punem os seus pares, de 300 mil denúncias sobre abusos sexuais de médicos, apenas 300 médicos tiveram os seus diplomas caçados, isso passou na televisão, não adianta mais dar parte de bandido, tem que torcer para quem matem e pronto!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s