Inclusive por tráfico internacional de influência, Lula pode pegar 62 anos de cana

Conforme o Diário do Poder, é grave a situação do ex-presidente Lula, denunciado pelo Ministério Público Federal em ações decorrentes de três investigações distintas. Somadas, as acusações preveem penas de até 62 anos de cadeia.

Na Lava Jato, ele já foi indiciado por crime de obstrução da Justiça, além de corrupção passiva, no caso do tríplex no Guarujá. O terceiro caso agora envolve corrupção e lavagem em contratos da Odebrecht em Angola.

O combo é esse: corrupção, tráfico de influência, lavagem de dinheiro, quadrilha, enriquecimento ilícito, exploração de prestígio e obstrução. No total, as penas podem exceder meio século de cadeia, mas há agravantes no Código Penal que podem elevar o tempo para 62 anos.

No caso do tráfico internacional de influência, Lula será julgado pela Justiça Federal do DF. O caso do tríplex, por Sérgio Moro. Penas possíveis também preveem multas e confisco de bens.

Anúncios

Um comentário sobre “Inclusive por tráfico internacional de influência, Lula pode pegar 62 anos de cana

Deixe uma resposta